Neoenergia Pernambuco orienta consumidores para economia de energia no verão

12/01/2022
                       dicas-de-economia-verao.png

No verão, aumentam as temperaturas e o uso de aparelhos para minimizar o calor, como ventilador e ar-condicionado. Para evitar que isso represente também um acréscimo na conta de luz, adotar o consumo consciente é primordial para conter o desperdício de energia durante a estação mais quente do ano. A Neoenergia orienta os clientes a evitar o uso excessivo do ar-condicionado, verificar se a manutenção está em dia, limpar filtros e saídas de ar a cada duas semanas e manter o termostato na temperatura de conforto, ou seja, entre 23 e 24 graus celsius.

As recomendações para quem ainda irá comprar um ar-condicionado são de optar por modelos split, que são mais eficientes do que os de janela. Além disso, os que são dotados de tecnologia inverter são até 60% mais econômicos por resfriarem o ambiente mais rápido e adotarem um sistema que não desliga completamente o compressor de ar durante o uso, evitando picos de energia. É essencial identificar a capacidade mais adequada do aparelho para as características do ambiente. A instalação deve ser feita, preferencialmente, em paralelo ao lado de maior dimensão do cômodo e no alto.

Após a refrigeração do espaço, o consumidor pode recorrer aos ventiladores, que são mais econômicos, para circular o ar e manter o clima agradável. Para cômodos grandes, o ideal é o de teto, sempre no centro do ambiente. Já nos menores, o de tomada é o mais indicado e, entre os desse modelo, os de mesa são os mais econômicos.

Com informação e mudanças de hábitos simples, qualquer pessoa pode manter o conforto, mas reduzir o consumo de energia. Com isso, pode minimizar o impacto na conta e ainda ajudar na preservação do meio ambiente”, afirma Ana Christina Mascarenhas, gerente de Eficiência Energética da Neoenergia.

O ar-condicionado e o ventilador são apenas dois entre os vários aparelhos utilizados em casa que podem ter mais atenção no verão. O chuveiro elétrico, por exemplo, deve ser mantido desligado ou na opção verão, que consome até 30% menos energia. Além disso, deve-se tomar banhos rápidos, que economizam energia e água. Por segurança, a orientação é sempre usar resistências originais, pois as inadequadas podem elevar o consumo de energia e provocar sérios danos à instalação e ao chuveiro, causando risco de acidentes.

No caso das geladeiras, para evitar o aumento do consumo, deve-se verificar a borracha de vedação e evitar colocar alimentos quentes. Outra orientação é manter o aparelho a pelo menos 10 centímetros de distância da parede, evitando que o calor aumente excessivamente na parte traseira. Deve-se abrir a geladeira o mínimo de vezes possível.

No verão, a Neoenergia reforça a importância de manter janelas e cortinas abertas para utilizar a iluminação natural. Quando precisar usar lâmpadas, escolher as de LED, que são cerca de 40% mais econômicas. Utilizar cores claras nas paredes e apagar      as lâmpadas dos cômodos desocupados, com exceção daquelas que contribuem com a segurança, são outras dicas.

Quando for comprar um eletrodoméstico, é importante verificar se ele tem o selo Procel ou a etiqueta do Inmetro com a classificação A, indicadores dos produtos com menor consumo de energia. Além disso, isso pode estimular a fabricação e a comercialização de produtos mais eficientes, contribuindo para o desenvolvimento tecnológico e a preservação do meio ambiente.
 
 
Voltar